terça-feira, julho 6

EMBRULHEI MEU CORAÇÃO PARA PRESENTE


Desde sempre foi assim...achava que meu coração poderia ir com laço de fita e papel importado.
E foi assim que sempre o ofertei. Com essa condição: Amor é presente.
Pode até ser que vire passado, como tantas vezes virou, mas é presente. Que se oferta assim, de braços abertos, sem lágrimas nos olhos.
Apenas um doce tremor de mãos, receosas até, de que alguem, em algum lugar, poderia devolvê-lo, sem ao menos ter tido a delicadeza de desdobrar o papel, carinhosamente.
Eu dei meu coração. Presenteei alguem com minha dedicação e confiança. E recebi de volta, um embrulho lindo, cheio de flores e perfumes, cartas e poemas, luz e alegria, toques e aconchego, colo e mãos.
Nele estava um mundo colorido, onde me encontrei preenchida de espectativas.
Amparada pelo braço forte e palavras firmes.
E fui feliz...tive motivo para viver! Minhas palavras, finalmente, haviam encontrado eco e se propagavam pelo estado inconciente dos meus sonhos mais profundos. Eu era correspondida na mais perfeita das relações e poderia sim, alçar o meu vôo em busca do paraíso tão esperado.
O presente lindo, tão bem embrulhado, ia sendo aberto aos poucos...solenemente, com todo o respeito.
Cada dia era especial. Ele existia em mim e eu nele!
 E para abrí-lo usava minhas emoções, controlando o impulso de rasgá-lo de uma vez só. Pra vislumbrar o que havia de mais puro a ser lapidado. Que jóia havia alí? Que palavra poderia eu usar para descrever tudo aquilo que sentia, quando uma parte dele era revelada?
Quando ouvia um tom a mais no som de suas palavras...que retumbavam aos meus sentidos; eu tremia.
Só que contra o tempo não há quem possa...a vida me deu esse presente lindo e derepente, sem me perguntar se podia ou se devia, não me deu chance de abrí-lo completamente.
É melhor que seja assim...pra ficar na memória como um paraíso visitado, nas férias de julho.
Ou em qualquer primavera de outubro, sem retóricas, só lembranças de quem ousou sonhar com a felicidade num dia qualquer onde a esperança andava desmedida e a confiança precisando de reforço.
O presente não foi aberto. Porém, o meu coração foi embalado por cantigas lindas de ninar, colhidas uma a uma em forma de espiral, onde posso ainda ouví-las em segredo que só eu conheço.
E ainda posso lê-lo nas entrelinhas de um poema escrito nas nuvens ou caminhando por alguma praia, onde o sol ainda não nasceu; O som de tudo que eu ouvi ainda poderão curar minhas tristezas quando a chuva molhar a minha janela, que está embassada por causa de minhas lágrimas, que mesmo sem perceber, escorrem fácil pela minha face tantas vezes beijada.
E é por causa dessas benditas lágrimas que exorcizo a dor e alivio minha alma, que pulsa, pulsa, pulsa e finalmente molha meu sorriso.












25 Suspiros:

Kamyla disse...

Lindo texto...cheio de emoções...

saudeecompanhia disse...

Excelente o texto!O problema é quem merece o presente?
Nos dias de hoje é complicado de achar.

Net Esportes disse...

lindíssimo texto sem dúvida alguma .... gosto como usa as palavras ....

Y a s h a disse...

Lindo. Tocou lá no fundo e me deu vontade de respirar fundo. Faltou-me voz. Seu texto me fez enxergar-me tantas vezes nele, ao ritmo das palavras. É tão parecido com a minha escrita... Foi música aos meus ouvidos.

Vim aqui por acaso, e com certeza outras vezes voltarei.

Abraço. :*

Jeh Pagliai disse...

Lindo!
Mas é como dizem, damos ao outro o mesmo que esperamos receber!

Beijinhos, maravilindo como sempre!

Eu a Mah disse...

...é assim que acabará um conto de fadas?! Com lembranças...?
"Tempo, Ó Tempo, por favor,tenha piedade!"

Anônimo disse...

Belíssima Nanna,

quisera eu fazer morada nesse coração. Feliz daquele que um dia teve essa oportunidade. Voce sabe que quando quiser estarei pronto, como sempre estive. E nada modificará isso. Sei também, meu bem, que um dia essa dor vai passar e aquele lindo sorriso eu vou ver de novo.
Voce é muito especial pra mim, minha bela.
E amor só sobrevive na confiança e na liberdade, sempre te disse isso.
Parabéns por ser assim!
Te deixo o meu, desembrulhado pra poder facilitar as coisas.

Anônimo disse...

Olá Nanna... Confesso que entrei em PARAFUSOS com seu TEXTO!!!... Bem, seu TEXTO me fez refletir sobre mim... Magoei!!!... Tenho recebido muitos PRESENTES e CARINHOS... mas será que EU desembrulhei o PRESENTE como deveria ter feito????... Num sei!!!... Acredito que faltou mais de MIM!!!... Talvez sou EGOÍSTA... Só quero RECEBER!!!... Poxa!!! Acho que vou me DEDICAR mais... só assim poderei TRANSFORMAR algumas lágrimas de TRISTEZA... em um SORRISO molhado com gotas de lágrimas!!!... P.S. Viva o PRESENTE!!! Oferte seu coração como PRESENTE!!!... Tenho certeza que a FELICIDADE e o SORRISO está sempre ao seu ALCANCE!!!... Desculpe-me Nanna... tenho que VERIFICAR alguns dos meus PRESENTES... e fazer alguns REPAROS... porque nunca é tarde para ver alguém que AMAMOS... SORRINDO NOVAMENTE!!!... Valeu!!!... BJS... e XAU!!!

Eu a Mah disse...

Hummmm..arrasando corações heim neguinha?! hihihihi
Eu tbm quero um "puxadinho" nesse coração! :( Pode ser na casinha da Boneca Maria mesmo..hihihihi Te doro mto, vc sabe! Sabe não? ôooooo ti feiooooo.... me orgulho muito de ti, Nanna!
Ass.: Sua amiga, Mah
(...só para sempre!)

Pobre esponja disse...

Gosto de poesias, escrevo também.
Mas não gosto de metáforas que citam o coração... beijo no coração essas coisas... meio que me dão agonia, é algo meu...
Parabéns pelo blohg, poetisa.

abç
Pobre Esponja

*May Lopes disse...

Olá!
O vídeo já tá lá no meu blog!

Franciele Valadão disse...

Que lindo, gostei do blog.

ALUISIO CAVALCANTE JR disse...

Querida amiga

São tão lindas as
palavras que nascem da profundidade
do coração.
Impossível comentá-las.
Apenas sentí-las...
Sentí-las...

Dias de paz para ti.

Anônimo disse...

Vou e volto, sem vontade de ir embora.
Queria ficar e tomar conta de voce, te ver mais feliz, mais radiante, mais serena.
Nao sei se é certo ou errado, mas nao me lembro quando foi a ultima vez que nao pensei em voce.
se eu pudesse estaria ao seu lado.

Solange Maia disse...

Nana,

Me fez ficar com os olhos líquidos...

As vezes um amor desse tamanho... mesmo que breve, dura uma vida inteira....

que as dores passem, e as lindas lembranças sejam um lugar bom de visitar...

adoro saus palavras !!!!!


vbeijo carinhoso

Naty Araújo disse...

Ahhhh que lindo...
Vou embrulhar o meu pra presente tbm..
Na verdade ele já foi entregue.

Lindo, Nanna.

Beijão

Anônimo disse...

Quando poderá entregar de volta o meu coração?

ALUISIO CAVALCANTE JR disse...

Querida amiga Nanna

Hoje estou passando para agradecer
a sua amizade.
Amizade que torna a vida preciosa.
Que enche de cores as minhas palavras.
Que me faz ainda mais feliz,
com o afeto distribuído
a cada visita,
a cada comentário
e a cada palavra escrita
no livro dos meus dias.

Sua amizade me faz melhor.

Jamile Fernanda disse...

Eu simplesmente adorei o seu texto, me deu vontade de chorar de emoção...
Ele é de um encanto formidável me prendeu do primeiro ao ultimo parágrafo...

Beijimm e Obrigada pela força amiga!

greg disse...

mto bom o layout do seu blog
seguindo
http://naosentindo.blogspot.com/

Kaerveck, o terravus. disse...

Presentes nao seriam para serem abertos e aproveitados?
Mesmo que fosse um coração?

carol disse...

que blog mais lindo! tá tão bonito1 e o post fiko incrível, bela historia1 *O*

Franciele Valadão disse...

Que texto mais liiindo!

Rafael disse...

A chuva para, as pessoas morrem... mas o amor de verdade, fica pra sempre!
É isso ai, parabéns ^^

BjauM!


www.suportedamente.blogspot.com

Eu a Mah disse...

Você é a dententora das frases mais lindas que meu cinema pode declamar.
Agradeço ao mundo e ao tempo, pela inspiração que so seu sorriso corado pode me proporcionar.

Postar um comentário

Related Posts with Thumbnails